segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

40 anos de pintura de Ruben Esmanhoto

O artista Ruben Esmanhotto e o Solar do Rosário convidam para o lançamento do livro do pintor, O MOMENTO SUSPENSOque acontece no próximo domingo, 14 de dezembro, às 11 horas, na Galeria do Solar do Rosário com a presença do artista plástico.
Na ocasião do lançamento e manhã de autógrafos da obra, a diretora e galerista Regina Casillo vai expor algumas obras do pintor paranaense; - que tanto retratou a Curitiba e seus casarões.

A Crítica e Professora de História da Arte, Adalice Maria de Araujo escreveu sobre o artista:
“... Típico representante da geração de artistas plásticos paranaenses de 70, em sua obra Ruben Esmanhotto serve-se de dois importantes elementos: a metalinguagem e o acabamento rigoroso. Desde 78, os velhos casarões de Curitiba e arredores passaram a ser a temática principal da sua pintura. Embora servindo-se do processo hiper-realista da tomada fotográfica, consegue ultrapassar o valor documental do objeto pintado para nos fazer meditar. Assim como Arnold Böcklin, Giorgio de Chirico e Edward Hopper, ele despe a realidade do prosaico para impregná-la de mistério.
... Os casarões são captados como num cenário, isolados da paisagem circunstancial. Através do efeito de imobilidade, acentuado pela luz, acabam desassociando-se da realidade imediata para transformarem-se em verdadeiros retratos psicológicos.”

Importante destacar que o livro “O MOMENTO SUSPENSO” de Ruben Esmanhotto é o resultado do projeto cultural aprovado pelo Ministério da Cultura, Lei Rouanet com patrocínio da Copel, Banco de Fomento do Paraná, Compagas e Souza Cruz.
Que terá sua contra partida social programada para o início do ano letivo 2015, em escolas públicas com apresentação e palestra do artista para alunos do ensino médio e também distribuição de livros, entre outras atividades.  Ano em que o renomado e conhecido Ruben Esmanhotto comemora 40 anos dedicados à pintura.

Serviço: 
Lançamento do livro RUBEN ESMANHOTTO – O MOMENTO SUSPENSO
Data: 14 de Dezembro, domingo às 11horas
Local: Galeria do Solar do Rosário
Rua Duque de Caxias, nº 4 – Centro Histórico de Curitiba.
Informações na Galeria (41) 3225-6232.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Dia 29 encerra exposição Em Casa 3por3 na Galeria Teix

André Coelho, Jô Maciel e Juliano Monteiro
Termina neste sábado, 29, a Mostra "Em Casa 3por3", na Galeria Teix, em Curitiba. Estão expostos objetos de Sérgio Rodrigues, Lina Bo Bardi, Bernardo Figueiredo, Fetiche Design, Bower Studios (NY), Aram Soulcraft, André Coelho, Marcelo Scalzo e Frede Tizzot. A curadoria da exposição é de Jô Maciel, Juliano Monteiro e Fernanda Cassou.

Em Casa 3por3
Até 29 de novembro
Entrada gratuita
Galeria Teix
Rua Vicente Machado, 666
41 3018.2732
Segunda a sexta - 10h às 19h / Sábado - 10h às 16h

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Curitiba by Fabi Guedes: Janete Mehl inaugura novo estúdio-galeria


A artista curitibana Janete Mehl, conhecida por seu trabalho contemporâneo em óleos sobre tela, aquarelas, gravuras e esculturas, recebe convidados para a inauguração de seu novo estúdio-galeria na quarta-feira (dia 26 de novembro), com um coquetel.




Veja mais no Blog CURITIBA BY FABI GUEDES

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Em CURITIBA: exposição Transpondo Desejos de Mauricio Vieira

Exposição fotográfica em cinco atos apresenta coletânea iniciada no final da década de 1980.


A Galeria Portfolio, em Curitiba, apresentou na noite de sexta-feira, dia 21, sua última exposição fotográfica individual de 2014, com a bela mostra Transpondo Desejos, do paulistano Mauricio Vieira. Ela é composta com mais de 80 imagens de diferentes tamanhos e suportes, capturadas desde o final da década de 80. Trata-se de uma coletânea de sua vivência como fotógrafo, dividida em cinco atos:
Primeiro ato: “Desejo de ser”. Trata do querer ser fotógrafo. Imagens do final dos anos 1980 que estarão à disposição do espectador para adquiri-las, não havendo reposição das mesmas. Esta ausência irá revelar outras imagens (de)compondo e (re)construindo.
Segundo ato: “Desejo de iludir(se)”. Todos nós passamos por um momento em que queremos mostrar o que gostaríamos de ser. Neste caminho, (des)cobrimos informações para que o espectador possa (re)criar imagens do seu próprio universo, como uma amálgama do tempo.
Terceiro ato: “Desejo da homenagem”. A ação do tempo acelera o processo da lembrança guardada na memória. São as origens materializadas pelo cheiro do passado.
Quarto ato: “Desejo de transpor”. Entender que transpor não está em superar obstáculos, e sim refundar a matéria. Um trampolim para construção de janelas, portas e túneis na incansável busca pelo autoconhecimento. O mais interessante do processo foi identificar a paráfrase entre os “atos”, desde a “gênese” até hoje.
Quinto ato: “Desejo de liberdade”. Saio da galeria para ocupar espaços abertos da escola, com elementos transitórios presentes em minhas narrativas de épocas distintas, quando resgato fragmentos e imagens com um novo olhar, propondo novas significâncias.
A exposição ficará aberta ao público até de 4 de dezembro. A entrada é gratuita e aberta a todos os públicos.
Mauricio Vieira
Mauricio Vieira faz parte do grupo de fotógrafos que trabalha com a experimentação de diferentes materiais, com grandes formatos e valores menores para aquisição, mas mantendo o mesmo conceito de tiragem reduzida e série limitada, tratando a fotografia como obra de arte, que ela é.
Ele é formado em Desenho Industrial na Universidade Mackenzie, em São Paulo. Em 1986, participou do "Núcleo Permanente de Formação em Linguagem Fotográfica", que resultou em uma exposição coletiva no MASP. No final da década de 80, migrou para a Direção de Arte e o Design Gráfico.
Em 2010, retomou seu sonho, a fotografia, participando de exposições individuais e coletivas em São Paulo e Curitiba. É pós-graduando em Fotografia na Universidade Tuiuti Paraná e coordenador do Núcleo de fotografia da Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná (APAP/PR).

Serviço:
Exposição fotográfica Transpondo Desejos, de Mauricio Vieira.
De 21/11 a 04/12.
Local: Galeria Portfolio. Rua Alberto Folloni, 634, Centro Cívico.
Entrada: Gratuita. Sem restrição de idade.
Visitação: de segunda a sexta-feira das 9h ao meio-dia e das 13h30 às 20h, e no sábado das 9h ao meio-dia.
Informações: www.escolaportfolio.com.br / 41-3252-2540.

Pessoas com deficiência visual têm nova experiência em visita ao Museu do Tropeiro e Casa de Sinhara

Na sexta-feira (21) pela manhã, o Museu do Tropeiro e Casa de Sinhara receberam a visita de alunos e professores da Associação de Pais e Amigos do Deficiente Visual (Apadevi), de Ponta Grossa. A ação proporcionou uma nova experiência tanto para os participantes da Apadevi que possuem grau severo de deficiência visual, quanto para os profissionais que trabalham nestes espaços histórico-culturais de Castro.
Esta foi uma visita diferenciada, pois o Museu do Tropeiro é um museu tradicional e ainda não está preparado para a acessibilidade universal. Mas, como a visita foi agendada com antecedência, conseguimos nos preparar para atender ao grupo da melhor maneira possível. Assim, programamos uma visita em que os visitantes pudessem manusear os materiais e perceber as dimensões e textura de alguns objetos do Museu”, explica a coordenadora do Museu do Tropeiro, Amélia Podolan Flügel.
Ao chegarem ao Museu, os visitantes foram recepcionados em uma das salas. Neste espaço, Amélia e a historiadora e funcionária do Museu, Milena Mayer, contaram um pouco sobre o tropeirismo - atividade econômica que originou a cidade de Castro - como eram as viagens, e sobre os utensílios que eram utilizados pelos tropeiros durante os meses em que permaneciam fora de suas casas. Os visitantes também ouviram uma música que reproduz o som das tropas e canção de Silvestre Alves, o cancioneiro da Rota, sobre o cotidiano dos tropeiros.
Em seguida, os visitantes – professores, alunos e alguns de seus familiares – puderam manusear alguns utensílios do Museu. Esta experiência foi acompanhada pela descrição feita por Amélia e Milena sobre a utilização destes materiais pelos tropeiros. Entre os objetos apresentados estiveram o cincerro - o sino que ia no pescoço da madrinha, a mula que seguia à frente da tropa –, cangalhas, e arreios. Também conheceram como era preparado o alimento no pouso tropeiro, com fogueiras feitas no chão, ferros de passar roupa a brasa, entre outros materiais da época. 
E, depois de conhecer um pouco do cotidiano dos tropeiros, o grupo seguiu para a Casa de Sinhara, onde foi vez de descobrir como era a vida das esposas dos tropeiros, que durante as viagens de seus maridos eram responsáveis por cuidar das propriedades. A Casa retrata o modo de vida e os costumes das mulheres do séc XIX. O passeio por Castro terminaria com visita à Fazenda Capão Alto.
E, os vários comentários, brincadeiras e perguntas dos visitantes deixou claro que eles aprovaram o passeio. “A gente vive muito na imaginação. Passeios como o que fizemos em Castro, que uniu informação e o manuseio nos objetos, nos permitiu sair da imaginação e conhecer melhor como era a vida dos tropeiros”, destaca Elaine Cristina Pereira Pinto Machado, uma das alunas da Apadevi. “E, como era difícil a vida deste tropeiros, os objeto são todos grandes e pesados”, opina.
Uma das professoras da Apadevi que acompanhou o grupo, Euza de Farias da Silva, explica que a visita integra as ações em comemoração ao Dia da Consciência Negra. “Além da cultura negra, o foco das nossas atividades foi ressaltar a diversidade cultural da nossa região”, destaca.
Ao final da recepção, Amélia destaca o resultado do trabalho. “Foi uma visita muito prazerosa e uma experiência extremamente positiva, em que o Museu cumpre seu papel educativo”, frisa. 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Castro

Centro Europeu exibe documentários no VII Festival de Cinema da Lapa

No próximo sábado, dia 29 de novembro, o curso de Cinema do Centro Europeu, uma das principais escolas de profissões da América Latina, vai promover a “Mostra Centro Europeu”, que faz parte da programação oficial do VII Festival de Cinema da Lapa
Durante o evento, serão exibidos quatro documentários produzidos por jovens cineastas formados pela instituição de ensino. Na “Mostra Centro Europeu”, o público poderá conferir gratuitamente os documentários “Um Só Mundo”, de Adriana Czelusniak; “José da Cruz – O Sabiá”, de Bruno Monteiro; “Recortes de uma vida”, de Leandro Cordeiro; e “O Liutaio”, de Luigi Oliveira. 
A “Mostra Centro Europeu” será exibida gratuitamente no histórico Teatro São João (Praça General Carneiro, Nº 1890), um dos mais antigos e importantes endereços da cultura brasileira, a partir das 16h. 
A programação completa do VII Festival de Cinema da Lapa está disponível no site www.ihclapa.com.br. Mais informações no site www.centroeuropeu.com.br.

PUTZ comemora 10 anos com lançamento de catálogo da produção audiovisual universitária

No dia 3 de dezembro, às 20 horas, será lançado no Cine Guarani o catálogo com as obras selecionadas em sete edições do PUTZ – Festival Universitário de Cinema e Vídeo de Curitiba.
O livro registra a história desse evento independente, que, de 2004 a 2010, reinseriu a cidade no roteiro brasileiro da produção audiovisual.
O acervo de audiovisuais, que estava espalhado pelas casas dos organizadores do PUTZ, foi recuperado e digitalizado. Com isso, mais de 1.300 vídeos, antes dispersos em VHS, mini-DV, VCD, DVD, CD, estão reunidos em HD e ficarão à disposição do público e de pesquisadores na Cinemateca de Curitiba.
O trabalho, que recuperou mais de 300 horas de material audiovisual, foi realizado pela Universidade Livre da Cultura em parceria com os coordenadores do catálogo, Leticia Fontanella e José Lazaro Jr. A intenção é que o material digitalizado possa servir de estímulo à continuidade do projeto, disponibilizando os vídeos em um ambiente de acesso a todos.

O festival
Conhecido como PUTZ, o festival foi criado nos corredores do curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 2000, com o objetivo de divulgar os filmes criados pelos alunos durante as aulas. Em 2004, no aniversário de 40 anos do curso, um grupo de estudantes, incentivados pelo professor Carlos Rocha, criou a primeira edição nacional do evento. Em dez dias de inscrições já eram mais de 90 produções dos estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco – nascia o PUTZ, Festival Universitário de Cinema e Vídeo de Curitiba.
Em toda sua história, a mostra, independente, recebeu mais de mil curtas, entre obras de ficção, documentário, videoarte, videoclipe, reportagem, vídeos publicitários e institucionais, vídeos trash e videoclipes.
O objetivo do projeto sempre foi divulgar a produção universitária, aquela que ainda não tinha espaço nem mesmo na internet para circular, imagina em uma sala de cinema. E durante sete edições o festival mostrou um panorama da criatividade daqueles que estavam aprendendo e experimentando técnicas e estilos”, avalia a coordenadora Leticia Fontanella. “A importância do PUTZ foi, sem dúvida, abrir este espaço para exibição e discussão sobre o audiovisual, como único representante da área no sul do Brasil. E também circulando pelo país, levando o que havia de melhor na produção regional”, resume.

Catálogos
Durante o lançamento, serão distribuídos para as equipes de realizadores dos filmes selecionados pelo PUTZ uma cópia do catálogo. Ao longo da semana, serão exibidos os campeões de cada categoria, ano a ano, de 4 a 7 de dezembro, no Cine Guarani, sempre a partir das 19 horas.

Serviço:
Data: 3 de dezembro, 20h – lançamento do catálogo e mostra especial
4 a 7 de dezembro, 19h – Mostras especiais: retrospectiva PUTZ
Local: Cine Guarani (Av. República Argentina, 3430 – Portão)
Entrada gratuita

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

VII Festival de Cinema da Lapa começa amanhã



A partir da noite desta terça-feira, 25, será realizado o VII Festival de Cinema da Lapa, na histórica cidade paranaense localizada na região metropolitana de Curitiba. Promovido pelo Instituto Histórico e Cultural da Lapa com realização do Ministério da Cultura, o evento, que se estende até o próximo sábado (29), é uma das principais celebrações do cinema brasileiro e reúne anualmente grandes referências do cenário audiovisual do país.
Apresentando diversas mostras especiais, que envolvem, por exemplo, curtas, documentários, filmes infantis e obras desenvolvidas por meio do celular, o Festival de Cinema da Lapa vai exibir gratuitamente mais de 50 filmes. 

Veja mais no BLOG CURITIBA BY FABI

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Desfile Beneficente em Castro em Prol da RFCC e Asilo São Vicente

Também no próximo sábado, 22, a partir das 19h, mais um Desfile Beneficente. 



Os ingressos custam R$ 30 por pessoa, mais 1 Kg de alimento não perecível ou Fralda Geriátrica. No Moinho da Castrolanda, a partir das 19h, com participação de Mari Cosméticos, Maison Bella, Casa Gerson, Lázuli Acessórios, Empório Jeans e Fran Suplementos.

Apoio de Rafael Rabbers Eventos, Rosa Retrô Moda Feminina, Lua Nova Confeitaria, Terezinha Festas e Decoração, Bem Me Quer Floricultura e Tim Celular.

Realização do Salão de Beleza e Estética Belearia, com apresentação de Eletroterapia e amostras de penteados e maquiagens. Haverá sorteio de brindes!

Participe!

terça-feira, 4 de novembro de 2014

SIM Galeria apresenta Eliane Prolik: Mira e Múltiplos

Em mostra paralela ao MON, artista plástica apresenta seus mais recentes trabalhos 


Em paralelo à exposição Da Matéria do Mundo, que acontece no Museu Oscar Niemeyer, a artista plástica Eliane Prolik lança seus mais recentes trabalhos em uma exposição pop-up na SIM Galeria. Com abertura marcada para 5 de novembro, a mostra Eliane Prolik: Mira e Múltiplos apresenta a série inédita de esculturas de mesa intitulada Mira e dois múltiplos que trazem questões significativas da poética da artista. 
Em metal, as obras de Eliane Prolik articulam elementos geométricos, urbanos e cotidianos. Suas esculturas constroem uma variedade de intensidades luminosas e ópticas, que capturam o dinamismo do corpo no espaço e na arquitetura. 
Também fazem parte da exposição os Tapumes (2013), elementos que criam uma espécie de labirinto para o espectador e que integram a exposição individual da artista no MON, além de Brise (2014), composta por esculturas suspensas que colocam o tempo em evidência. 
A mostra ainda traz a obra Mira (2013/2014), exibida na feira ArtRio e adquirida para o acervo do Museu de Arte do Rio, o MAR. 
A exposição fica em cartaz até o dia 11 de novembro.

Em PONTA GROSSA: Fenata recebe agendamento de escolas



Diretores
e professores de escolas, creches e entidades sócio-educativas já podem entrar
em contato com a organização do 42º Festival Nacional de Teatro (Fenata), para
agendamento de peças. 

O festival, que acontece de 5 a 12 de novembro, oferece
espetáculos infantis gratuitos, tanto nos teatros como nas próprias escolas e
instituições. 


Os interessados devem preencher a ficha de reserva, disponível no
www.uepg.br/fenata, e enviar por e-mail
ou entregar diretamente no prédio da Proex.Para as peças na categoria para
Crianças, que acontecem às 14h, no Teatro Marista, as fichas devem ser enviadas
aos cuidados de Isadora Andrade pelo e-mail isadora.proex@gmail.com
 
Veja mais em 

Galeria Teix apresenta design e arte na mostra ‘Em Casa 3por3’



Exposição ousada reúne obras de Sérgio Rodrigues, Lina Bo Bardi e Bernardo Figueiredo a três reconhecidos estúdios de design. A curadoria é compartilhada por três talentos atuais da arte curitibana

Jo e Juliano Monteiro
A Galeria Teix, em Curitiba, promove no mês de novembro a terceira edição da exposição “Em Casa”. A abertura será no dia 6 de novembro, às 19h. Neste ano, a mostra recebe o nome de “Em Casa 3por3” porque reunirá três grupos diferentes, cada um com obras de seus três integrantes.
Foram definidos como base de cada ambiente, objetos ou parte de obras de Sérgio Rodrigues, Lina Bo Bardi e Bernardo Figueiredo. A eles somam-se objetos de três importantes escritórios de design: Fetiche Design, Bower Studios (NY) e Aram Soulcraft. Para conectar estas expressões artísticas entram em cenaos artistas André Coelho, Marcelo Scalzo e Frede Tizzot. Eles serão os responsáveis por ‘costurar’ em seus espaçosas as ideias apresentadas.
Este é o terceiro ano consecutivo que a Galeria Teix participa da Semana D. A exposição faz parte da programação da Semana D+, mostra paralela (http://www.semanad.com.br/). 
 - A Galeria Teix terá três ambientes distintos com peças (mobiliário e objetos), desenhos, fotos e a exploração da função visual, interativa e instrutiva, abordando, assim, diversas fases do processo criativo.

 ‘Costureiros’ – para armar a Mostra Em Casa 3por3, que une linhas de trabalhos tão diversas, a definição dos grupos - de objetos dos integrantes da old school com os designers - foi de acordo com os trabalhos que os três artistas/curadores desenvolvem.
O designer, artista visual e ator curitibano André Coelho irá reunir o mobiliário de Sérgio Rodrigues com objetos da Fetiche Design. “Tendo as obras de Sergio Rodrigues como inspiração e me deixando contaminar pelas relações entre arte e design, darei sequência ao meu trabalho em desenho. Neste suporte eu exploro linhas orgânicas usando marcadores em superfícies diversas, como papéis, canvas e paredes. Linhas que se interligam e se entrelaçam em formas e movimento e que terão como mote o encontro criativo proposto pelo Em Casa 3por3 2014”, disse Coelho.
O artista plástico, ilustrador e designer gráfico Frede Tizzot é responsável por unir, sob a ótica dele, os conceitos de Lina Bo Bardi e os objetos da Bower Studios (Nova York). “Vou trabalhar com xilogravuras a partir da obra da Lina Bo Bardi, para integrar formas, cores e o próprio processo de criação dela ao meu. Com os desenhos iniciais, gravei-os em placas de madeira para depois imprimi-los no papel. Como a proposta da exposição é trabalhar com este ‘choque’ de processos artísticos, arquitetônicos e de design, incorporei a obra de Lina e dos designers contemporâneos à minha proposta estética e ao meu traço”, afirma Tizzot.
E o artista plástico Marcelo Scalzo ambientará o trabalho dele ao de Bernardo Figueiredo e ao do artesão/design Aram (Maycon Aram). “Para a exposição farei um trabalho usando as paredes e o chão da Galeria Teix. Junto com as duas referências, Figueiredo e Aram, usarei também desenhos de cadeiras de um designer italiano, Bruno Munari. São esboços de cadeiras e poltronas que serão aplicados em lugares específicos da galeria”, afirma Scalzo.

Social - As ações feitas pela Galeria Teix buscam diminuir a distância entre galerias e outros pontos de comércio de obras convencionais, frequentados pelo espectador comum. Jô Maciel lembra que cada exposição na Galeria Teix é um passo na formação de público que aprecie os trabalhos expostos em espaços culturais e nas mais diversas formas de manifestação artística.

Em Casa 3por3
Abertura 6 de novembro às 19h
Período até 29 de novembro
Entrada gratuita

Galeria Teix
Rua Vicente Machado, 666
41 3018.2732
Segunda a sexta - 10h às 19h / Sábado - 10h às 16h

Literatura para crianças com Cristiane Souza



Desenvolver o gosto pela leitura, sem precisar mesclar livros com brinquedos e proporcionar que a criança faça novas descobertas por meio de cores e desenhos pensados de acordo com sua faixa etária.  Essa é a proposta da jornalista e escritora Cristiane Souza que acaba de lançar dois títulos voltados para o público infantil.
O livro Pinguinhos de Chuva traz ilustrações bastante coloridas, texto em caixa alta e é dedicado às primeiras descobertas da criança no universo da literatura. Quantidades, sensações e elementos da natureza são apresentados de forma criativa e de fácil compreensão. Em Qual é a Cor de Saturno?, Cristiane Souza convida o pequeno leitor a fazer novas descobertas, observando, aprendendo e inventando. Destinado para crianças já alfabetizadas, o livro permite que seja feito o exercício de pensar e desenvolvida a criatividade.
O título Pinguinhos de Chuva conta com ilustrações de Alexandre Barvik e Qual é a Cor de Saturno? foi ilustrado por Aline Assumpção. Ambos foram lançados com grande sucesso na véspera do Dia das Crianças e já despontam entre os livros mais procurados para o público infantil. Publicados pela editora InVerso, os títulos podem ser encontrados nas melhores livrarias. Para maiores informações, acesse: www.cristianesouza.com.br

Arte Cerâmica Hoje: artista da Yapó Arte expõe em Curitiba

Na próxima sexta-feira, 7, acontece em Curitiba, no Museu Alfredo Andersen, a partir das 19h, a abertura da mostra "Arte Cerâmica Hoje", da qual participa Eduardo Freitas, atual Presidente da Yapó Arte - Associação dos Artistas Plásticos de Castro.
Ele é um dos 23 artistas que participa da mostra coletiva, que poderá ser visitada pelo público no local até 1º de fevereiro de 2015.
Agende-se!

Sobre o Museu 
O Museu Alfredo Andersen (MAA), é uma instituição administrada pelo poder público estadual, vinculada a Coordenadoria do Sistema Estadual de Museus (COSEM) da Secretaria de Estado da Cultura do Governo do Paraná (SEEC-PR). 
Horário de Visitação: de terça a sexta feira, das 9h às 18h e aos sábados e domingos das 10 às 16h.
Av. Mateus Lemes, 336.
Visite www.maa.pr.gov.br.

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Galeria Teix apresenta design e arte na mostra ‘Em Casa 3por3’



A Galeria Teix, em Curitiba, promove no mês de novembro a terceira edição da exposição "Em Casa". A abertura será no dia 6 de novembro, às 19h. Neste ano, a mostra recebe o nome de "Em Casa 3por3" porque reunirá três grupos diferentes, cada um com obras de seus três integrantes.
Foram definidos como base de cada ambiente, objetos ou parte de obras de
Sérgio Rodrigues, Lina Bo Bardi e Bernardo Figueiredo. A eles somam-se objetos de três importantes escritórios de design: Fetiche Design, Bower Studios (NY) e Aram Soulcraft. Para conectar estas expressões artísticas entram em cenaos artistas André Coelho, Marcelo Scalzo e Frede Tizzot. Eles serão os responsáveis por ‘costurar’ em seus espaçosas as ideias apresentadas.
Este é o terceiro ano consecutivo que a Galeria Teix participa da Semana D. A exposição faz parte da programação da Semana D+, mostra paralela (http://www.semanad.com.br/). 

Em Casa 3por3
Abertura 6 de novembro às 19h
Período até 29 de novembro
Entrada gratuita

Galeria Teix
Rua Vicente Machado, 666
41 3018.2732
Segunda a sexta - 10h às 19h / Sábado - 10h às 16h